21 de julho de 2017

A difícil tarefa de gerir um escritório contábil

Se não fosse o trabalho executado pelos escritórios contábeis, o governo não teria condições, em função da quantidade reduzida de fiscais e agentes fazendários de que dispõe, de controlar, fiscalizar e de cobrar os tributos das micro e pequenas empresas.
 
São os escritórios contábeis que alimentam os sistemas de arrecadação tributária do governo, sem cobrar qualquer benefício ou contrapartida por isto; e, em troca desta prestação de serviços gratuita, o governo oferece aos escritórios contábeis um péssimo atendimento, em que o profissional, além de não receber a atenção devida, é obrigado a esperar horas para ser atendido. Esquece o governo que os profissionais contábeis estão lá para resolver um problema do seu próprio interesse.

A Receita Fazendária não disponibiliza um tratamento diferenciado que garanta o livre exercício profissional dos contadores ou mesmo o suporte técnico necessário para esclarecer as dúvidas surgidas durante a execução e a transmissão dos aplicativos, cabendo ao profissional buscar soluções externas.

Para o governo, o que importa é instituir mais e mais mecanismos para os escritórios contábeis prestarem serviços para a máquina estatal, sem que esta precise disponibilizar agentes para fiscalizar, controlar e arrecadar. Desta forma, já chega tudo pronto às mãos da administração estatal e seus fiscais podem se dedicar apenas à análise das informações recebidas.

Já está na hora de os profissionais contábeis se unirem, através de seus sindicatos e entidades de classe, e acabar com isso. Do contrário, se transformarão em verdadeiros “escravos” do governo. Se os bancos e instituições financeiras cobram por seus DOC’s, extratos, contas correntes e etc., por que um escritório contábil não pode cobrar pelo serviço que presta ao governo?!

Contador Salézio Dagostim
Presidente da Aprocon Contábil-RS e da Aprocon Brasil

15 de julho de 2017

Reunião da Aprocon Contábil-RS em Dois Irmãos (RS)

Reunião da Aprocon Contábil-RS, no dia 15/7, em Dois Irmãos (RS), para deliberar as ações que serão desenvolvidas no CRCRS a partir de 1º de janeiro de 2018.

Um excelente encontro de trabalho na defesa da nossa atividade profissional, por um mais trabalho respeitado, digno e valorizado.



14 de julho de 2017

III Simpósio APROCON BRASIL

No dia 11 de agosto próximo, acontece o III Simpósio APROCON BRASIL, na cidade de São Luís, no Maranhão. Seguem informações e programação do evento.